sábado, 16 de outubro de 2010

Exemplo de Entrevista


Tiras em Apuros: Omelete Entrevista Bruce Willis e Tracy Morgan

Atores falam sobre a comédia de ação dirigida por Kevin Smith



No começo do ano, o Omelete enfrentou o inverno nova-iorquino para conversar com Bruce WillisTracy Morgan, os protagonistas do novo filme de Kevin SmithTiras em Apuros (Cop Out). A comédia de ação, porém, decepcionou nas bilheterias dos Estados Unidos e só chega ao Brasil agora, direto em DVD e Blu-ray.
Sabendo da veia cômica dos dois atores, tentamos quebrar o gelo de um jeito diferente - pedindo para que os atores perguntassem um para o outro uma pergunta qualquer - e quase quebramos a cara. O nervosismo de estar frente a frente com John McClane só passou quando, ao fim, Willis finalmente abriu um sorriso e disse que tinha sido divertido. Ufa!
Eu sei que essas junkets são um pouco entediantes, então eu tentarei fazer algo diferente. Se não for original, finjam é. Perguntem um ao outro algo que não tiveram o tempo ou a chance de perguntar antes. Perguntem algo que não tiveram tempo.
Tracy Morgan: Você quer que a gente pergunte algo um ao outro?
Sim.
Bruce Willis: Deixa eu ver se eu consigo… Tracy, lembra quando eu te vi comendo aquelas batatas? Qual era o gosto?
TM: Normal.
BW:Normal? Eu imaginei, só não queria presumir.
TM: Bruce. Você acha que quatro dos octuplos são meus? Ou só três?
BW:Tudo que lembro é o que você me contou.
TM: Três?
BW:Três.
TM: As outras quatro pertencem ao Carlos, do apartamento 4B.
BW:É isso ai.
Muito obrigado. Eu acredito que teve bastante improvisso. Quanto daquilo estava no roteiro e quanto vocês puderam improvisar no set e o quanto vocês melhoraram durante os ensaios?
BW:Eu acho que a maior parte das cenas passaram por alguma improvisação. Nós pegávamos e colocávamos algumas piadas no meio. Mas sempre checávamos para continuar com o que estava no roteiro. E tínhamos os roteiristas lá, Rob e Mark Cohen…
TM: Eles sempre estavam lá, colocando coisas para eu e Bruce falar. Nós fazíamos o que estava escrito, mas eles sempre falavam algo. E eu e Bruce estávamos no nosso mundo, então a gente ia e fazia, sabe?
Sempre falam da química entre os atores, e eu podia ver, sentir, a química. Como isso acontecia no set?
BW:Foi milagroso. Estou falando sério, foi um milagre. A gente nunca tinha trabalhado junto.
TM: E o Bruce é um cara bem protetor, ele nunca deixava ninguém intervir na nossa química. Ele ficava tipo "Ninguém vai intervir". E isso era bom. Foi bom para mim.
BW:Desde o primeiro dia nós tivemos uma experiência ótima. E só foi ficando melhor e melhor. E pensando agora, tem um nível bom de improviso. Mas talvez esse seja outro modo de dizer que você soa como qualquer outro ser humano, ou que você parece com um policial normal, e não como alguém representando um policial.
Muito obrigado pelo seu tempo.
BW:Ah, vamos lá, você tem mais uma!
Está bem, apenas para você então.
BW:Certo.
Você esta filmando RED.
BW:Sim.
E teve um boato de que os policiais foram no set recentemente por que eles acharam que tinha muito barulho e os vizinhos…
BW:Ocorrências de tiros.
Como foi isso e como têm sido as filmagens?
BW:Eu não estava lá, eu estava de folga naquela semana, mas os figurantes estavam atirando com as armas em, sei lá, uma área remota, e as pessoas acharam que alguma coisa estava acontecendo.
Certo. Muito obrigado.
BW:Obrigado, cara. Foi bem divertido.
TM: Obrigado, muito bem.

Fonte: http://www.omelete.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário